sábado, 16 de junho de 2018

Dois cães e um gato

Foto diurna. No canto inferior esquerdo, foco de uma dupla de cães da raça Doberman, lado a lado, um negro e o outro chocolate, ambos miram à frente em estado de atenção, orelhas pontudas e eretas, arfam com a língua para fora. À direita e ao fundo, próximo aos cães, esticado verticalmente e quase espremido entre duas paredes, um gato branco apoiado sobre as patas traseiras, lombo colado na parede mal acabada de cimento, com a patinha dianteira direita toca a outra parede verde, olhos amarelos arregalados, orelhas apontadas para o alto, carinha de pavor.
Foto diurna. No canto inferior esquerdo, foco de uma dupla de cães da raça Doberman, lado a lado, um negro e o outro chocolate, ambos miram à frente em estado de atenção, orelhas pontudas e eretas, arfam com a língua para fora. À direita e ao fundo, próximo aos cães, esticado verticalmente e quase espremido entre duas paredes, um gato branco apoiado sobre as patas traseiras, lombo colado na parede mal acabada de cimento, com a patinha dianteira direita toca a outra parede verde, olhos amarelos arregalados, orelhas apontadas para o alto, carinha de pavor.

sexta-feira, 15 de junho de 2018

Yann Sommer

Foto de Yann Sommer,suíço, modelo, goleiro do time de futebol da Alemanha, canta, toca violão, e tem um blog de culinária. Yann está sentado em um estofado cinza, com o braço esquerdo no ar, segurando um ​celular​ abaixo, pronto para tirar uma selfie; o outro braço ​tatuado na parte interna estica-se em abertura​ e apoia​ a mão direita​ sobre a perna direita. Yann tem 29 anos, pele de cor clara, porte atlético, cabelos castanhos claros lisos e despenteados que modulam o rosto oval, sobrancelhas retas, olhos amendoados direcionados ao c​elular​, nariz afilado e levemente arrebitado, lábios carnudos, bigode e barba por fazer. Yann usa uma camiseta de manga curta marrom claro, calça jeans desbotada com rasgos na altura dos joelhos. Ao fundo, uma cortina branca, à esquerda um vaso com planta alta e à direita, um abajur preto.
Foto de Yann Sommer,suíço, modelo, goleiro do time de futebol da Alemanha, canta, toca violão, e tem um blog de culinária. Yann está sentado em um estofado cinza, com o braço esquerdo no ar, segurando um ​celular​ abaixo, pronto para tirar uma selfie; o outro braço ​tatuado na parte interna estica-se em abertura​ e apoia​ a mão direita​ sobre a perna direita. Yann tem 29 anos, pele de cor clara, porte atlético, cabelos castanhos claros lisos e despenteados que modulam o rosto oval, sobrancelhas retas, olhos amendoados direcionados ao c​elular​, nariz afilado e levemente arrebitado, lábios carnudos, bigode e barba por fazer. Yann usa uma camiseta de manga curta marrom claro, calça jeans desbotada com rasgos na altura dos joelhos. Ao fundo, uma cortina branca, à esquerda um vaso com planta alta e à direita, um abajur preto. 

terça-feira, 12 de junho de 2018

Marc Chagall

Pintura surrealista de Marc Chagall, denominada The Birthday, Óleo sobre Cartão, exposta no MoMA em Nova York.  Ao centro, em uma sala íntima,um casal, homem e mulher flutuam livres. A mulher usa um vestido preto quase soltando as pontas dos pés do chão avermelhado, inclina o corpo ereto à esquerda em direção à janela como se estivesse correndo pronta para alçar voo. Ela segura um colorido buquê de flores e levanta a cabeça a espera do beijo do homem, que flutua de costas acima dela, em posição contorcionista. Ele estica, torce o pescoço e vira a cabeça amorosamente aproximando os lábios aos dela.   O mobiliário do ambiente é simples: uma mesa com toalha azul florida encontra-se próxima à janela, à frente do casal apaixonado, junto à uma banqueta com forro preto. Sobre a mesa uma pequena bolsa uma faca sobre um bolo, um prato e um copo. Na extrema lateral direita, parte de um delicado divã, acima, dois tapetes coloridos e bem trabalhados enfeitam a parede. Um pouco mais acima uma pequena janela. Através dos vidros das janelas, vislumbra-se a rua tranquila e as casas na vizinhança.   Curiosidade: A mulher na pintura é a primeira esposa de Chagall, Bella Rosenfeld, e o homem retratado é Mark Chagall. A todos amigos do Íris Cor de Mel ,um Feliz Dia dos Namorados!
Pintura surrealista de Marc Chagall, denominada The Birthday, Óleo sobre Cartão, exposta no MoMA em Nova York.
Ao centro, em uma sala íntima,um casal, homem e mulher flutuam livres. A mulher usa um vestido preto quase soltando as pontas dos pés do chão avermelhado, inclina o corpo ereto à esquerda em direção à janela como se estivesse correndo pronta para alçar voo. Ela segura um colorido buquê de flores e levanta a cabeça a espera do beijo do homem, que flutua de costas acima dela, em posição contorcionista. Ele estica, torce o pescoço e vira a cabeça amorosamente aproximando os lábios aos dela. 
O mobiliário do ambiente é simples: uma mesa com toalha azul florida encontra-se próxima à janela, à frente do casal apaixonado, junto à uma banqueta com forro preto. Sobre a mesa uma pequena bolsa uma faca sobre um bolo, um prato e um copo. Na extrema lateral direita, parte de um delicado divã, acima, dois tapetes coloridos e bem trabalhados enfeitam a parede. Um pouco mais acima uma pequena janela. Através dos vidros das janelas, vislumbra-se a rua tranquila e as casas na vizinhança. 
Curiosidade: A mulher na pintura é a primeira esposa de Chagall, Bella Rosenfeld, e o homem retratado é Mark Chagall. A todos amigos do Íris Cor de Mel ,um Feliz Dia dos Namorados!

sexta-feira, 8 de junho de 2018

F.Nietzsche

Ilustração sobre um papel de carta pautado decorado em tons de azul e verde. Nas laterais, silhuetas de folhagens verdes com delineio azul esmaecem ao centro em azul céu claro. No centro da borda inferior, quatro livros empilhados e amarelados pelo tempo, em posições desencontradas. Acima da pilha, paira no ar, um pequeno homem com os cabelos ao vento, roupa simples e pés descalços. O homem firma as duas mãos às cordas tensas presas em um outro livro aberto. O livro alça voo com a capa dura voltada para cima, as folhas farfalham no ar como asas de uma borboleta e o homem olha abaixo para a pilha de livros. Ao lado direito o pensamento: Quanto mais eu me elevo, menor pareço aos olhos de quem não sabe voar. Friedrich Nietzsche  Curiosidade: Friedrich Wilhelm Nietzsche(15 de outubro de 1844 - 25 de agosto de 1900) foi um filósofo, crítico cultural, poeta e compositor alemão do século XIX. Escreveu vários textos críticos sobre a religião, a moral, a cultura contemporânea, filosofia e ciência, exibindo uma predileção por metáfora, ironia e aforismo.
Ilustração sobre um papel de carta pautado decorado em tons de azul e verde. Nas laterais, silhuetas de folhagens verdes com delineio azul esmaecem ao centro em azul céu claro. No centro da borda inferior, quatro livros empilhados e amarelados pelo tempo, em posições desencontradas. Acima da pilha, paira no ar, um pequeno homem com os cabelos ao vento, roupa simples e pés descalços. O homem firma as duas mãos às cordas tensas presas em um outro livro aberto. O livro alça voo com a capa dura voltada para cima, as folhas farfalham no ar como asas de uma borboleta e o homem olha abaixo para a pilha de livros. Ao lado direito o pensamento: Quanto mais eu me elevo, menor pareço aos olhos de quem não sabe voar. Friedrich Nietzsche
Curiosidade: Friedrich Wilhelm Nietzsche(15 de outubro de 1844 - 25 de agosto de 1900) foi um filósofo, crítico cultural, poeta e compositor alemão do século XIX. Escreveu vários textos críticos sobre a religião, a moral, a cultura contemporânea, filosofia e ciência, exibindo uma predileção por metáfora, ironia e aforismo.

sábado, 2 de junho de 2018

Uma formiguinha...

Foto montagem. Ao centro e em foco, sobre uma superfície clara, lisa e inclinada à esquerda, uma formiga preta abraça de costas, uma sólida e enorme pedra arredondada, porosa, prateada com manchas marrons. A formiga apoia-se nas 4 patinhas na tentativa de empurrar de marcha à ré, a pedra, ladeira acima. No topo em letras pretas, lê-se: Tentar não significa conseguir; e no rodapé: mas certamente quem conseguiu tentou.
Foto montagem. Ao centro e em foco, sobre uma superfície clara, lisa e inclinada à esquerda, uma formiga preta abraça de costas, uma sólida e enorme pedra arredondada, porosa, prateada com manchas marrons. A formiga apoia-se nas 4 patinhas na tentativa de empurrar de marcha à ré, a pedra, ladeira acima. No topo em letras pretas, lê-se: Tentar não significa conseguir; e no rodapé: mas certamente quem conseguiu tentou.

sexta-feira, 1 de junho de 2018

Misao-san e Fukumaru

A fotógrafa Miyoko Ihara vem registrando com sua câmera fotográfica, momentos de pura e verdadeira amizade entre sua querida vó Misao Ihara, de 90 anos e seu inseparável gato branco Fukumaru, que chama a atenção de todos por ter olhos ímpares ou bicolor, ou seja olhos de cores diferentes. Apesar de estar perto dos 90 anos, Misao Ihara ainda é bastante ativa, indo ao campo todos os dias para executar pequenas tarefas diárias, junto com seu amigo Fukumaru.  Misao: senhora japonesa com 90 anos de idade; usa na cabeça: um lenço branco com estampa azul, um casaco acolchoado com estampa oriental em bordô, preto e marrom, calça preta de algodão com manchas azuladas na altura dos joelhos e nos pés, jika-tabi em marrom(JIKA significa: para se utilizar em área externa e TABI é uma espécie de meião com recorte no dedão com solado de borracha, muito usado também pelos ninjas).  Fukumaru: gato branco, com o olho esquerdo amarelo e o outro, azul.  Descrição: Foto em dia de sol em uma clareira no bosque. À direita, Misao sentada em cima de uma caixa, apoia os cotovelos nas coxas e nas mãos, um oniguiri (bolinho de arroz japonês em formato triangular envolto por uma folha de nori, uma alga), o qual, está bem próximo a boca. À esquerda, Fukumaru está repousado de maneira semicircular, sobre o tampo de um tronco grosso de árvore, serrado e utilizado como uma mesa baixa e redonda. Ao redor do bichano, uma chaleira de porcelana branca com pintura floral azul e alça de bambu, uma caixa de chá retangular pequena de palha com tampa, e um yunomi (xícara sem alça em fomato cônico) de porcelana branca com veios verticais em cinza.
A fotógrafa Miyoko Ihara vem registrando com sua câmera fotográfica, momentos de pura e verdadeira amizade entre sua querida vó Misao Ihara, de 90 anos e seu inseparável gato branco Fukumaru, que chama a atenção de todos por ter olhos ímpares ou bicolor, ou seja olhos de cores diferentes. Apesar de estar perto dos 90 anos, Misao Ihara ainda é bastante ativa, indo ao campo todos os dias para executar pequenas tarefas diárias, junto com seu amigo Fukumaru.
Misao: senhora japonesa com 90 anos de idade; usa na cabeça: um lenço branco com estampa azul, um casaco acolchoado com estampa oriental em bordô, preto e marrom, calça preta de algodão com manchas azuladas na altura dos joelhos e nos pés, jika-tabi em marrom(JIKA significa: para se utilizar em área externa e TABI é uma espécie de meião com recorte no dedão com solado de borracha, muito usado também pelos ninjas).
Fukumaru: gato branco, com o olho esquerdo amarelo e o outro, azul.
Descrição: Foto em dia de sol em uma clareira no bosque. À direita, Misao sentada em cima de uma caixa, apoia os cotovelos nas coxas e nas mãos, um oniguiri (bolinho de arroz japonês em formato triangular envolto por uma folha de nori, uma alga), o qual, está bem próximo a boca. À esquerda, Fukumaru está repousado de maneira semicircular, sobre o tampo de um tronco grosso de árvore, serrado e utilizado como uma mesa baixa e redonda. Ao redor do bichano, uma chaleira de porcelana branca com pintura floral azul e alça de bambu, uma caixa de chá retangular pequena de palha com tampa, e um yunomi (xícara sem alça em fomato cônico) de porcelana branca com veios verticais em cinza.

quarta-feira, 30 de maio de 2018

Mulher x Caminhão

Foto em final de tarde. Ao centro, em um pátio de estacionamento de chão batido, sob a sombra de uma enorme copa de árvore, em frente a dianteira de um moderno caminhão Volvo com pintura metalizada em tom verde-água , uma mulher loira de cabelos compridos e soltos, com sorriso nos lábios e  em pose para a foto. A caminhoneira tem rosto oval, sobrancelhas levemente arqueadas, olhos amendoados castanhos, nariz reto e lábios grossos. Ela está com a mão direita apoiada na parte superior do para-choque e a outra na cintura; usa um top preto curto, deixando a barriguinha a mostra, calça jeans bem justa, desbotada com rasgos na parte das coxas e joelhos, evidenciando as pernas bem torneadas​. Nos pés, chinelos de dedo com tiras finas de plástico rosa.
Foto em final de tarde. Ao centro, em um pátio de estacionamento de chão batido, sob a sombra de uma enorme copa de árvore, em frente a dianteira de um moderno caminhão Volvo com pintura metalizada em tom verde-água , uma mulher loira de cabelos compridos e soltos, com sorriso nos lábios e  em pose para a foto. A caminhoneira tem rosto oval, sobrancelhas levemente arqueadas, olhos amendoados castanhos, nariz reto e lábios grossos. Ela está com a mão direita apoiada na parte superior do para-choque e a outra na cintura; usa um top preto curto, deixando a barriguinha a mostra, calça jeans bem justa, desbotada com rasgos na parte das coxas e joelhos, evidenciando as pernas bem torneadas​. Nos pés, chinelos de dedo com tiras finas de plástico rosa.